Sindimoc - Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana » Notícias da grande imprensa


Rapaz leva tiro na barriga durante tentativa de assalto a ônibus, em Curitiba

Curitiba, 10 de outubro de 2018

Situação aconteceu na noite de terça-feira (9) na BR-277, no Uberaba

Um rapaz de 21 anos levou um tiro na barriga duranta uma tentativa de assalto a um ônibus, em Curitiba, na noite de terça-feira (9).

O ônibus do transporte coletivo fazia a linha Curitiba-Jardim Ipê e estava na BR-277, no Uberaba, quando foi alvo de dois ladrões.

De acordo com o cobrador, os assaltantes tentaram roubar os celulares dos passageiros. Na parada do ônibus, a porta não abriu, então, os crimososos atiraram contra o jovem que, segundo o cobrador, não reagiu.

A vítima foi levada para um hospital da cidade. Os ladrões fugiram a pé. Eles não levaram nada.

Até o momento, ninguém foi preso.

"Dois indivíduos deram voz de assalto dentro do ônibus, e um foi pela porta do meio que estava aberta e, neste momento, a de trás não abriu. Eu acho que com o pavor do comparsa que estava atrás, ele acabou disparando contra esse jovem. Pessoas que estavam ali atrás se apavoraram, já foram correndo para frente", contou Douglas Ferreira, um dos passageiros do ônibus.

O rapaz atingido pelo tiro passou por uma cirurgia e o estado de saúde dele é estável, segundo o Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp).

A linha Curitiba-Jardim Ipê atende por dia, conforme o Setransp, uma média de 2,5 mil passageiros.

900 assaltos e arrastões
O Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc) informou nesta quarta-feira (10) que, em 2018, houve cerca de 900 assaltos e arrastões em ônibus do transporte coletivo.

De acordo com o Sindimoc, apenas 74 arrastões – de um total de 223 – foram registrados oficialmente. Por essa razão, o sindicato reforça a importância de fazer Boletim de Ocorrência (B.O.) na polícia para que a entidade possa cobrar os órgãos competentes.

O que diz a PM
Por meio de nota, a Polícia Militar (PM) disse que a corporação "tem feito esforços para inibir os casos de furto e roubo a passageiros e cobradores".

O transporte coletivo tem sido alvo de operações constantes para reforçar a segurança de usuários e funcionários de estações-tubo, terminais, linhas e pontos de ônibus, segundo a PM.

 

Fonte: Paraná RPC