Sindimoc - Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana » Notícias do Sindimoc


Lideranças sindicais parabenizam trabalhadores por novo acordo salarial

Curitiba, 08 de maio de 2018

O novo acordo salarial foi assinado no dia 26 de abril e garante aos motoristas e cobradores uma importante conquista: a garantia do emprego até maio de 2019. O novo acordo é resultado da luta da classe e ganhou apoio de lideranças sindicais de Curitiba e outras cidades. 

O acordo salarial deste ano traz vitórias importantes em meio ao clima de incertezas políticas que o Brasil se encontra. Neste ano, motoristas e cobradores têm garantidos a manutenção da Data Base para 1 de fevereiro, com diferença de salário, cartão alimentação e outros benefícios pagos retroativamente no salário de abril. Também houve aumento de salário para motoristas e cobradores e aumento no Cartão Alimentação, que passa a ser em maio de R$ 600,00. 

O Presidente da Federação dos Rodoviários do Estado de São Paulo, Valdir Pestana, destaca as vitórias de motoristas e cobradores, principalmente diante do momento difícil que passa o Brasil. “A negociação foi positiva e isso não pode ser desconsiderado. Parabéns aos trabalhadores, todos que estão antenados com o momento político e sabe das dificuldades do movimento sindical, que está tendo em todos o país”.

Outra conquista desse novo acordo salarial está sendo reconhecida nacionalmente. É a estabilidade de emprego, que assegura a não demissão de todos os cobradores de ônibus e motoristas mais antigos até o ano que vem. 

É a primeira vez na história do Brasil que esse termo é aprovado em um acordo, o que o torna de extrema importância, segundo o presidente do sindicato dos metalúrgicos de Curitiba, Sérgio Butka. “Quando 14 milhões de trabalhadores estão desempregados, um acordo que garante emprego é tão importante. Por isso quero transmitir em nome dos metalúrgicos da grande Curitiba, o nosso sincero parabéns a todos os trabalhadores”. 

No acordo salarial de 2018, motoristas e cobradores também contam com o anuênio mantido e incorporado ao salário. Além disso, a qualificação profissional é outra conquista em pauta. A partir de maio, as empresas serão obrigadas a oferecer cursos de qualificação profissional no Serviço Social de Transporte (SEST) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT), para os trabalhadores que desejarem passar por aperfeiçoamento.