Notícias do Sindimoc

Imagem

Passagem de ônibus será mais barata em horários de menor movimento na Grande Curitiba

Curitiba, 05 de setembro de 2019 | 16h32

Imprimir   Enviar por e-mail

Linhas de ônibus que operam na Região Metropolitana de Curitiba (RMC) terão passagem de ônibus mais barata em horários de menor movimento, conforme anúncio feito pela Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) nesta quarta-feira (4).

O projeto piloto começa a ser implantado na próxima segunda-feira (9), em caráter experimental, na linha C03 Pinhais/Guadalupe. A nova tarifa, de R$3,90 (R$0,60 mais baixa que a tarifa convencional), será praticada nos períodos compreendidos entre: 9h e 11h; 14h e 16h; 20h e 00h.

O Diretor de Transporte da Comec, William Correa, afirmou que a escolha da linha Pinhais/Guadalupe se deu pelo fato de que “a linha possui carros articulados que comportariam um possível aumento da demanda, mesmo nos horários de contra pico”. Os testes ocorrerão até o próximo dia 29 de novembro.

Funcionamento
Correa explica que para aproveitar o desconto, só serão aceitos pagamentos com o Cartão Transporte e durante o trajeto dos ônibus. Os embarques realizados no terminal de Pinhais, estarão sujeitos ao pagamento convencional da tarifa, visto que ele é realizado na entrada do terminal, ou nas linhas integradas, e não no veículo. Já no Terminal do Guadalupe, como o pagamento é realizado diretamente no veículo, a cobrança será a da tarifa diferenciada.

Otimização de frota
Ainda de acordo com a Comec, a ação busca combater dois grandes problemas enfrentados pelo transporte coletivo. A lotação dos veículos em horários de pico e a subutilização dos veículos nos horários de contra pico. Isso porque, nesses horários, cerca de 50% da frota volta para as garagens devido a baixa demanda, o que também acaba trazendo custos para a operação. “É uma ação de inteligência e que irá, além de trazer uma economia para a população, otimizar a nossa frota”, destacou o presidente da Comec, Gilson Santos.

Fonte: Tribuna Paraná 

Compartilhe esta notícia
   
 

Comente esta notícia

Nome

E-mail

Empresa

Digite o código ao lado

código captcha

Comentário (máximo 600 caracteres) | Restam: